Hare Ruiva

Escrevo agora sobre quando conheci Karen. Nos reencontramos, tentamos ficar juntos novamente. Marcamos de jantar, comemos umas esfirras e eu tomei cerveja pra ficar menos nervoso. Levei ela em casa e tentei transar, mas ela estava naqueles dias.

No outro dia veio em casa e me chupou. Me deu uma aula de literatura e não gostou nada do que eu escrevi, pois eu era muito amador, escrevia umas bobeiras tentando imitar Dan Brown, que na época eu idolatrava. Ela ainda tinha 17 então não podia sair à noite comigo.

Foi na minha casa quando saiu daqueles dias e finalmente transamos. Ela sabia como fazer, fodia de uma forma transcendental, ela tinha uns negócios ligados a alma e espírito. Fiquei viciado. Ia trabalhar pensando nela. Trabalhávamos perto. Quando chegava o final de semana era muito sexo.

Certa vez ela me levou pra conhecer o seu pai. O cara era motoqueiro e rockeiro. Falou pra eu subir na moto que a gente daria um passeio camarada pra poder conversar numa boa. Quando já estávamos longe de todos ele me jogou da moto e me deixou lá sozinho. Pensei que ele não tinha gostado de mim e que a qualquer momento voltaria pra me dar uma surra. Até que ele voltou e me buscou, era só pra me dar um susto mesmo.

Mesmo assim eu me envolvi com uma ruiva cantora do meu grupo de apresentação. E me afastei de repente de Karen, quando notei estávamos separados. Tentamos de novo, levei a em casa, mas a escondi quando minha mãe chegou. Ela não gostou nada de ter ficado quase três horas de baixo da cama e terminou comigo.

Eu demorei pra entender o porquê daquilo. Passou um tempo e certa vez eu a encontrei de novo. A beijei e fui embora. Marcamos de nos ver e estávamos diferentes. Numa apresentação a convidei para vir conhecer minha mãe e fiz uma homenagem, ela simplesmente sumiu. Depois eu a encontrei em uma apresentação, estava namorando, eu a deixei ir.

Ela era Hare Krishna, eu não aceitava aquilo porque ela perdia o domingo todo que era o dia de ficar junto. Ela era vegana e também sempre estava com uns amigos hippies. Plantava maconha e era toda natureba, se vestia muito bem e falava calma. Era muito inteligente, e eu pude ter certeza disso quando ela me largou. Assim como a ruiva fez também.

  Compra no boleto e paga na lotérica
   Baixa aí que é de graça

amazon-iconsaraiva icone clube icone google play  icone agbook

      twitter 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s