Adrenalina química

O noiado está pirando dentro da sua adrenalina química, esquecendo do mundo aqui fora, que é o seu inverso paralelo, e ele não faz mais parte da nossa terra. Abduzido pelos vícios e consequências do que te dá prazer. Ansiando por mais, mais adrenalina, mais sensação de vida correndo na veia, e nada é melhor e nem maior do que a sua própria viagem. Sem rumo algum, apenas seguindo em frente, linha reta sem final, e o sangue pulsando em cada parte do corpo possível de sentir. As veias dilatam e sangue com água e pus passa por elas, no fluxo inimaginável, bombeando o coração que parece sair pela boca, de tão rápido e tão alto que bate. Sua cabeça explode lentamente, tudo ao seu redor olha pra você, frisa nos seus olhos, conhecem os seus medos, desvendam os seus segredos e parece que está nu.

No mundo já não tem alma viva que te compreenda e você procura nos mortos a inspiração para fazer o que faz. Dizem que você está errado, mas nada sabem do que você faz, e quando o deixa de fazer para agradar não garante a satisfação de terceiros, muito menos a sua que fica presa ao que a sociedade aceitara ser feito. Você viaja. se entope de elementos sujos e mortais não para ficar com a consciência plena e sim limitada. Separando o córtex, a positividade e negatividade em seu lugar. O mundo real fica para trás e você entra na reflexão intensa de que tudo é possível, e como não ser? Sendo que seu pensamento constrói tudo aquilo que você quer ver e não há como voltar para trás.

Pedir por realidade é pura burrice, sendo que a terra secou e o seu espírito pode ser independente. Mas a lei, a lei não tem sentido. Tira sua liberdade por dinheiro e nesse sistema hostilizado nada é feito de coração. É como se nos transformássemos em robôs para seguir as regras retroativas do estado, e assim estar dentro do que é certo. Como um bom cidadão, sem opinião, vontade e estilo próprio. Seguindo o que tem que se seguir. Dentro da linha como deve ser. Rebolando para tirar uma grana no final do mês. Matando para poupar sua vida e qual é o valor do sorriso da criança?

Escolas, parques, prisões. São todas iguais, com os delinquentes criados por nossa sociedade que os formam e depois os matam. Você não aceita mais os jugos cegos que lhe são direcionados. Pessoas falando sobre o que lhes fora falado. Formando opiniões sem o mínimo de conhecimento e a segregação que você foi categorizado é pior tratada do que um rato. E os animais têm mais voz do que a sua luta.
A paranoia deixa todos acelerados,  sem saber quem são e de onde vem. Querem ir pra rua por sentir sozinho em casa e na rua sente vozes que te chamam. E pra onde ir agora? Essa porra te domina e você caça mais adrenalina, algo que diga o quanto você é imbatível. Você quer mais e mais, nada te diminuí. Coragem é o que eles criaram para dizer que você não tem, mas na hora do vamos ver quem é que tem? Ninguém.  Geração das mentes de plástico. Conteúdo comprado, é muito fraco para me informar e se informar. De onde iremos tirar verdade pra lutar? Ouvi dizer que só é cego quem não quer ver.

Se geral quer ser rei, serei plebeu para ir contra as ideias comuns que se misturam e se perdem na inutilidade de vozes modificadas. Você empresta o seu corpo para utilizarem de bonecos, te controlando num ponto alto e visível para manipular muitos outros. Terra de seguidores de perdidos. Andando em círculo dentro de um deserto selvagem e quente, secando seu sangue e sua honra. Homem? Quem? Não se classifica mais gêneros. É te processando que eles lutaram, a nova arma tem a força das leis ineficazes para os pobres e pretos.

  Compra no boleto e paga na lotérica
   Baixa aí que é de graça

amazon-iconsaraiva icone clube icone google play  icone agbook

      twitter 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s