Se eu sou religioso ou não religioso

Se eu sou religioso ou não religioso? Prefiro nem responder. Faz um tempo que venho notando os diversos rótulos que são comercializados por aí, e cara… o povo ta sem noção mesmo. Os que pregam a palavra de Deus, clama também por morte aos bandidos e ladrões, como se quisessem fazer justiça com as próprias mãos, mas tudo bem, domingo estão todos na igreja, joelhados de pés juntinhos pedindo pra Deus derramar a tua piedade e tua glória. Bom, quero entender de onde vem essa vocação pra serem tão contraditórios e reaças. Não é apologia ao crime e nem defesa aos foras da lei, mas vocês não lembram que esse Senhor de vocês, o vosso Senhor pregava o amor ao próximo, independente de quem ele seja ou o que ele faz?

Reflexão. Isso é o que basta. Esquece o ódio no olhar que te faz ler “Jesus cura o homossexualismo” onde ta escrito “Jesus cura a homofobia” que foi vivenciado até por mim, e propague o amor. Será que é tão difícil seguir os próprios ideais? Sim, é.

Ser ruim não é difícil. Qual a dificuldade em abrir a boca pra julgar, criticar e amaldiçoar? Nenhuma. Mas e a coragem de se doar a quem precisa; De tirar do seu e dar para quem não tem nada; De abrigar o sem teto ou de abraçar o abandonado? Esses atos nem sempre estão presentes, e quando vemos é sinal de sensacionalismo, como se fosse algo de outro mundo, e é!

Outro mundo onde pessoas não são julgadas pela sua etnia, orientação sexual e nem modo de se expressar. Na verdade não existe julgo nesse outro mundo, pois isso não é do nosso calão. Ou alguém aqui está fazendo o papel de Deus?

Espero todos vocês nesse mundo, que hoje imaginamos como mundo novo, pois ele envelheceu ao meio de tanto rancor, preconceito e guerra. Voltem para ele, compartilhem, curtam e comentem sobre o amor.

Amor na guerra, amor na discriminação, amor no preconceito, amor no diferença, amor na indiferença, amor em tudo o que podermos adicionar.

Sabe por quê? Ta vendo esse ser humano interpretando a crucificação de cristo? Ele não é diferente de você, nem de mim e nem de ninguém. Somos todos, todos, todos, todos… iguais. Nascemos do mesmo lugar, crescemos, nos desenvolvemos – alguns não – envelhecemos e morremos. Esse é o maior e mais oculto propósito da vida; a Morte.

Então, para um pouco, só um pouco. E pensa, vamos morrer, uma hora ou outro, e o FODA é que pode ser a qualquer momento, porque não amar o máximo que pudermos?

Alguém aí tem tempo pra cultivar ódio ainda?

  Compra no boleto e paga na lotérica
   Baixa aí que é de graça

amazon-iconsaraiva icone clube icone google play  icone agbook

      twitter 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s