Quem é você fora da timeline

Tantas coisas que acontecem a todo o momento. Não sabemos se prestamos atenção nos cantos ou no meio das nossas vistas. Informações de todos os lados, como bombardeios do Afeganistão. Banners nos dizendo o que comprar, o que comer e como se locomover. Querendo entrar em nossas casas para retirar o que tentamos como família construir. Nos ensinando a como cuidar de nossos filhos ou tratar os nossos pais. é assim que eles querem nos ver, sempre nos confrontando, querendo ter a razão, alterando o que é ouvido para ter como julgar logo após.

A cultura do ódio coletivo começa nas nossas próprias casas quando não notamos a beleza que esta no rosto de cada pessoa de baixo do mesmo teto em que vivemos. Vamos procurar na rua e em outros lugares a beleza que tínhamos na mesma cama que a nossa. Idolatramos formas de vida de outras famílias quando deixamos a nossa esperando por um conselho de sangue, um braço pra chorar ou até mesmo consolar, é da família.

E continua a acontecer diversas coisas, em um minuto temos três tipos de noticias diferentes para ler. Existem os analistas críticos que dizem que o brasileiro não tem o habito de ler as noticias por inteiras, mas ele esqueceu a produção em massa de tantas noticias que temos por dia. Como seria possível dar atenção para um fato se têm muitos outras na fila ocular, de baixo dos nossos dedos que estão perdendo a aderência de tantas rolagens de timeline.

O mundo virou dois, ou esta abandonando o antigo para trás. Aquele que não achamos mais atraente com conversas pessoalmente, filmes de fita cassete, musicas no disco de vinil, beijos e abraços só reais, nada de virtuais. Vozes ouvidas no canto da orelha e não por áudio. Compartilhamento de energia positiva no toque e não pelo vídeo conferencia. Esqueça esse mundo vazio e solitário que todos os dias tentam aproximar o maior numero de pessoas possíveis, mas que sempre precisa melhorar a maneira como iremos nos tratar. Sendo que a solução era apenas sair pra rua e ver o quanto de pessoas boas que existem pelo mundo, até na casa ao seu lado, no final da esquina, na praça do centro.

O mundo virtual nos engoliu alma a dentro, temos que nos preocupar com o que se passa fora da nossa janela, mas esquecendo o que acontece por dentro. Quem está te fornecendo a noticia sabe o que é que está escrito? Consegue entender metade do que você lê? Fora da internet quem é você?

  Compra no boleto e paga na lotérica
   Baixa aí que é de graça

      twitter 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s