A mulher que tinha muitos bebês

A noite era como outra qualquer, uma sexta-feira cansativa de estress rotineiro, cansaço habitual, desanimo corriqueiro e cerveja gelada. Julio era meu melhor amigo, todo final de semana nos encontrávamos para beber e falar bobeira, mas nem sempre era bobeira, o cara era jornalista e tinha uma visão ampla de tudo, e eu adorava debater com ele, sabia que aprendia muito mais do que em qualquer sala de aula. Crescemos juntos e ele sabia mais de mim do que eu mesmo, o cara era fera, não tinha nada do que ele não soubesse, a não ser sobre certa mulher á quem conversamos.

     Eu conversava no bar com Julio, quando ele me disse:

     – você sabia que enquanto fica escrevendo esses montes de asneiras…

     – ótimas asneiras, o pessoal costuma gostar.

     – os que não têm nada na cabeça costumam mesmo.

     – se acha isso, tudo bem.

     – continuando, enquanto você escreve seus contos legais.

     – agora eles são legais?

     – e porque não seriam?

     – mas não eram asneiras?

     – existem asneiras que são legais e outras que não são.

     – só você mesmo cara, beba mais.

     – já estou bebendo bastante, olha seu copo ai, ta criando dengue.

     – ah, assim é bom que serei picado, e passo uns dias em casa escrevendo.

     – passará uns dias no caixão, e morto.

     – tendo um papel e caneta, estarei tranquilo.

     – de baixo da terra.

     – de baixo da terra!

     – hahahahaha, ei garçom, mais uma!

     – o que você ia falar?

     – ahh… então, enquanto você escreve suas coisas…

     – agora melhorou, não irei interferir mais.

     – haha duvido, então…

     – não que intervenções não seja ruim, são boas, estamos num pais democrático, somos livres para nos expressarmos.

     – você não sabe nada de democracia, cala boca.

     – isso é verdade, mas não da para resumir o que ia dizer?

     – ah cara, já vai embora?

     – não, preciso ir ao banheiro.

     – é sobre o aumento populacional, o mundo não ira aguentar daqui uns anos.

     – humm, interessante, tendo mais mulher do que homem é o que importa.

     – sem contar que os homens estão virando a casaca.

     – hahahaha, ainda bem, um brinde a eles!

     – a eles!

     Bebemos numa golada só, o resto das pessoas riam ao nosso redor, a maioria eram bancados pela grana dos pais, e falavam sobre famosos, roupas de grife e baladas mais freqüentadas, e isso era normal, a região era nobre e não tinha como esperar algo diferente. Alguns caras tinham barba grande e a cabeça careca, outras garotas tinham cabelos coloridos, esses eram os que gostavam do mesmo sexo. O papo entre eles fluíam bem, mas ninguém se via depois da conversa no bar. Era como fazer uma amizade e saber que ela teria uma validade de apenas uma noite, e por isso que eu conversava apenas com o Julio e não tinha mais ninguém que me chamasse a atenção, eu não era uma pessoa de apenas uma noite.

     – ta cara, fiquei interessado, continua aí.

     – Enquanto você escreve e fala bobeira ai, uma mulher tem um bebe a cada minuto, sabia disso?

     – ahhh, mas esse não seria o problema então.

     – e qual seria?

     – é só encontrar essa mulher e pedir para ela parar de ter tantos bebês.

     Rimos e ele olhou ao redor, Jana estava chegando e ela era sua garota, eu sabia que aquele momento era o exato para sair e deixar ele sozinho, eu tinha semancol e precisava realmente sanar minhas necessidades básicas.

     – cara vai cagar!

     – irei mijar mesmo, já volto, pede outra cerveja.

     Fui ao banheiro e a cerveja chegou à nossa mesa, Jana se aproximou e sentou no colo dele, para a minha surpresa ela trazia uma amiga, e eu não demoraria no banheiro desta vez.

  Compra no boleto e paga na lotérica
   Baixa aí que é de graça

      twitter 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s